Por Terrie Lynn Bittner

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, cujos membros às vezes são apelidados de Mórmons, acreditam que o Espírito Santo, ou Espírito de Deus, é o terceiro membro da Deidade. A Deidade é constituída de Deus, o Pai, Jesus Cristo, e o Espírito Santo. Os mórmons não acreditam em trindade, a crença pós-bíblica, de que a Deidade não é composta por três seres distintos, separados e individuais.

“Para que todos sejam um; assim como tu, ó Pai, és em mim, e eu em ti, que também eles sejam um em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste.

E eu lhes dei a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um;

Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, a fim de que o mundo conheça que tu me enviaste, e que os amaste a eles, assim como me amaste a mim.” (João 17:21-23)

Presidente Thomas S. Monson

Presidente Thomas S. Monson

Esses versos foram retirados do Livro de João, da grande oração intercessora feita por Jesus Cristo. Em outras passagens, Jesus disse que Ele e Seu Pai eram um, e nesses versos nos é dada uma compreensão do que ele quis dizer com isso. Ele estava dizendo que queria que Seus apóstolos fossem um, da mesma maneira que Deus e Jesus Cristo são unificados. Ele não quis dizer que Eles eram literalmente uma só pessoa, como prega a teoria da trindade. Os mórmons acreditam que Deus e Jesus Cristo têm corpos físicos, aperfeiçoados e glorificados, mas que o Espírito Santo é um espírito sem corpo físico. A visão de Estêvão demonstrou que Deus e Jesus Cristo são fisicamente visíveis e são seres separados e distintos:

“Mas Estêvão, cheio do Espírito Santo, fitando os olhos no céu, viu a glória de Deus, e Jesus em pé à direita de Deus,

E disse: Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem em pé à direita de Deus.” (Atos 7:55-56)

É importante notar que Estêvão foi assassinado por ousar testemunhar isso. No entanto, o Espírito Santo não tem um corpo, a fim de melhor cumprir seu papel na Deidade. Uma responsabilidade do Espírito Santo é testificar de Deus e Jesus Cristo, bem como de outras verdades do Evangelho. Quando queremos saber o que é verdadeiro, podemos orar e pedir a Deus. A resposta vai ser dada a nós por meio do Espírito Santo.

“Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas que hão de vir.” (João 16:13)

Compreendemos com esse versículo que podemos confiar nos sussurros do Espírito Santo, porque Ele nunca nos inspira suas próprias opiniões. Mas sim o que Ele ouviu de Deus o Pai. Deus nos prometeu que, se pedirmos a Ele por sabedoria e conhecimento Ele vai conceder sabedoria e conhecimento a nós.

 “Ora, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e não censura, e ser-lhe-á dada.” (Tiago 1:5)

Os mórmons consideram que essa é uma escritura crucial, pois ela nos ajuda a compreender que a única maneira de saber sobre a verdade das coisas é pedindo a Deus, que nos responderá através do Espírito Santo. Os Mórmons são ensinados a não somente confiar no testemunho de outras pessos, mas também a buscar suas próprias respostas, como ensinou o Apóstolo Tiago. Ouvir o testemunho dos outros é útil e importante, mas não deve ser a nossa maior fonte de verdade. Se orarmos e pedirmos a Deus para saber a verdadade de qualquer coisa, jamais seremos enganados. Embora existam alguns que rejeitam a doutrina Mórmon de orar para obter a verdade, os Mórmons confiam na Bíblia e eles confiam em Deus. Mórmons sabem que Deus cumpre Suas promessas. Se Ele promete que irá responder às nossas questões religiosas, então Ele também irá garantir que o Espírito Santo revele as respostas de uma forma que a pessoa que estiver orando pode reconhecer vêm de Deus. Isso acontece quando uma pessoa diz a Deus que acredita que algo é verdadeiro, e então pede a Ele por confirmação. Dessa maneira, a pessoa que pede por confirmação terá uma sensação de paz e alegria. Satanás não pode trazer paz e alegria. Muitas pessoas sentem algo em seu coração que as conforta. Satanás não pode trazer conforto. Quanto mais vezes nos voltamos a Deus em busca de conselho, mais nos tornamos capazes de reconhecer Suas respostas. Essas respostas sempre vêm através do Espírito Santo.

Outro papel do Espírito Santo é nos proporcionar conforto. O Salvador chamou o Espírito Santo de O Consolador por este motivo. Ele pode confortar nossos corações quando estamos com medo, preocupados ou com alguma dificuldade. Esse conforto nos assegura que Deus está no comando e está nos ajudando através de nossas provações.

Um terceiro papel do Espírito Santo é a proteção. Quando estamos tentando fazer a coisa certa, o Espírito Santo vai nos acompanhar e nos avisar do perigo ou se estivermos prestes a pecar. Quando ouvimos a esses sussurros temos maior segurança, às vezes física, e sempre espiritual.

É por meio do Espírito Santo que somos santificados quando nos arrependemos. Essa santificação também ocorre quando recebemos ordenanças especiais, como o batismo.

Todos, desde o nascimento, tem direito à influência do Espírito Santo. Caso contrário, não seríamos capazes de aprender o que é a verdade. No entanto, para termos o dom do Espírito Santo (que é o direito de tê-lo conosco em todos os momentos, se formos dignos), precisamos primeiro ser batizados por alguém que possua a autoridade do sacerdócio e ser confirmados membro da Igreja. No momento da confirmação, o Dom do Espírito Santo é dado. Crianças Mórmons são batizadas com a idade de oito anos, que é considerada a idade da responsabilidade, a idade em que elas são velhas o suficiente para entender o certo do errado, se ensinadas. “Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo,” (Atos 2:38).

Com esse dom, a pessoa tem o direito de receber o Espírito Santo como companheiro constante. No entanto, isso depende de merecimento. Se estamos vivendo indignamente ou se ignorarmos os sussurros do Espírito Santo, perdemos Sua companhia. Se intencionalmente nos colocamos em perigo, particularmente perigo espiritual, e ignoramos os avisos do Espírito Santo, perdemos a sua companhia porque Ele não pode nos acompanhar em ambientes ruins ou ocasiões contrárias à vontade de Deus. É nossa responsabilidade viver de maneira digna de Sua companhia e obedecer a Seus sussurros.

A seguir estão alguns ensinamentos de Thomas S. Monson, presidente da Igreja e Profeta de Deus, sobre o Espírito Santo:

“Quando vocês, meus queridos jovens amigos, moldarem sua vida com fé, merecerão a companhia do Espírito Santo. Você vai ter ‘um perfeito esplendor de esperança,’” (O Farol do Senhor: Uma Mensagem para os Jovens da Igreja. Ensign, fevereiro 2001, 2-7, tradução livre).

“Há muitos anos um mandamento divino foi dado por nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo, como Ele disse a Seus amados onze discípulos: ‘Ide, pois, ensinai todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado: e eis que eu estou convosco todos os dias até a consumação do mundo,’ Marcos registra que ‘saíram e pregaram por toda parte, e o Senhor trabalhando com eles.’

Esse encargo sagrado não foi rescindido. Pelo contrário, tem sido reenfatizado. O Profeta Joseph Smith estabeleceu o propósito da Igreja, quando declarou: ‘É a propositura de homens e mulheres para o conhecimento da verdade eterna que Jesus é o Cristo, o Redentor e Salvador do mundo, e que somente através da crença Nele, a fé que se manifesta em boas obras, podem os homens e as nações desfrutar de paz,’” (Que Todos Ouçam, Conferência Geral, abril de 1995, tradução livre).

“Jovens preciosos, façam com que todas as decisões que vocês tomarem passem por este teste: Que resultado isso vai ter em minha vida? E deixe que o seu código de conduta não ressalte: O que os outros vão pensar? Mas sim, O que vão pensar de mim? Seja influenciado por aquela voz mansa e delicada. Lembre-se que alguém com autoridade colocou as mãos sobre sua cabeça na hora de sua confirmação e disse: ‘Recebei o Espírito Santo.’ Abram seus corações, até mesmo sua própria alma ao som daquela voz especial que testifica da verdade. Como o profeta Isaías prometeu: ‘E os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele,’” (Padrões de Força, New Era, outubro de 2008, tradução livre).

Recursos Adicionais

Visite o site oficial da Igreja SUD

Copyright © 2017 Thomas S. Monson. Todos os direitos reservados.
Esta página web não pertence nem é afiliada a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (algumas vezes também chamada de Igreja Mórmon ou Igreja SUD). Os pontos de vista expressos pelos usuários são de responsabilidade dos mesmos e não representam necessariamente a posição da Igreja. Para acessar os sites oficiais da Igreja visite: LDS.org ou Mormon.org.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!