Alguma vez você já terminou de ler a Bíblia e suspirou em decepção, porque não havia mais nada? As palavras de Deus são tão importantes, tão maravilhosas, você gostaria de ter mais delas para ler. Você já pesquisou a Bíblia procurando uma resposta para um problema moderno que simplesmente não estava descrito na Bíblia, e se perguntou o que Deus gostaria que você fizesse a respeito disso?

Quando estudamos a Bíblia, vemos que as necessidades do povo de Deus mudaram  muitas vezes. Noé precisou construir uma arca, mas Moisés não. Ele precisava levar as pessoas através do deserto com segurança. Cada profeta tinha desafios específicos para enfrentar, com base nas condições políticas e sociais e os comportamentos específicos das pessoas daquela época. Novos desafios surgiram, novas tentações, e novas maneiras de pensar. No Novo Testamento, quando Jesus morreu, Seus apóstolos lutaram para manter as pessoas longe de se adaptarem a falsas ou ligeiramente falsas crenças com base em suas culturas, o surgimento da filosofia grega, ou simplesmente a má interpretação dos ensinamentos. Às vezes, os novos cristãos simplesmente tinham dúvidas que não tinham sido respondidas, então eles adivinhavam, e muitas vezes eles erravam. Os apóstolos se esforçaram para evitar que isso acontecesse, mas muitas vezes sem sucesso. Por exemplo, em 1 Coríntios 15, Paulo é encontrado repreendendo membros por acreditar que não haveria ressurreição dos mortos. Ele também repreendeu os gálatas por seu lapso em falsos ensinamentos. (Veja Gálatas 1.) Paulo falou fortemente aos Colossenses sobre sua fé crescente no gnosticismo, uma falsa crença que estava invadindo o cristianismo primitivo.

Leia mais sobre os primeiros sinais da Apostasia.

Depois que os apóstolos foram mortos, ninguém mais tinha a autoridade para receber revelação de Deus. Hoje a maioria dos cristãos aceitam que a profecia terminou com a morte de Cristo ou depois da morte dos apóstolos. Os Mórmons (apelido informalmente usado para descrever aqueles que são membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias) acreditam que os apóstolos foram chamados como profetas, autorizados a buscar a verdade de Deus e proclamá-la oficialmente. Atos 15:32 diz: “E Judas e Silas, que também eram profetas, exortaram os irmãos com muitas palavras, e os confirmou.” Judas e Silas, é claro, eram apóstolos, demonstrando que os apóstolos também são profetas.

Durante os longos anos em que não houveram profetas, os tempos mudaram dramaticamente. Questões que não eram uma preocupação – ou sequer inventado ainda – tornou-se desafios para os cristãos em todo o mundo. Embora a igreja primitiva tenha lutado, bravos homens e mulheres trabalharam duro para mantê-la viva e crescente. No entanto, eles muitas vezes lutaram para saber o que era verdade. Embora eles estudassem a Bíblia, eles muitas vezes discordaram sobre doutrinas essenciais. Quando isso acontecia, frequentemente levava à criação de novas religiões.

Durante a reforma, os homens corajosos falaram audaciosamente proclamando que o cristianismo já não existia em sua forma pura que combinava com o que foi ensinado por Jesus Cristo. Eles acreditavam que a corrupção e a falsa doutrina havia penetrado ao longo dos anos. Muitos morreram pela sua coragem. Esses líderes fizeram o melhor que podiam para resolver o que eles consideravam ser a doutrina incorreta, mas mesmo dentro do movimento protestante, não houve sempre acordo sobre o que estava errado, e hoje existem muitas diferentes seitas protestantes, todas ensinando doutrina conflitantes, até mesmo em assuntos que são eternamente críticos.

Muitas pessoas hoje, ansiosas por encontrar a verdade, olham para estas muitas igrejas e suas doutrinas conflitantes, e depois voltam-se para a Bíblia. Eles lembram que em Amós 3:7, temos a promessa: “Certamente o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas.” Eles se perguntam se isso significa que Deus não está fazendo nada de importante hoje, e ainda por cima, os últimos dias estão aqui e a Segunda Vinda está se aproximando. Certamente Deus está fazendo coisas importantes para preparar para a época. Como eles podem saber o que essas coisas são e qual é a responsabilidade deles, nestes últimos dias?

Pessoas que pensam anseiam por um profeta. Eles perguntam: “Será que Deus nos fala hoje em dia? Será que Ele nos ama o suficiente para nos guiar através das complexidades de um mundo que é completamente diferente daquele em que a Bíblia foi escrita? Existe uma maneira de saber o que é verdadeiro em uma complexidade cada vez maior de idéias concorrentes? ”

Os mórmons dizem que sim, Deus fala hoje em dia. Ele nos ama o suficiente para nos ajudar a trabalhar com estes últimos dias sabendo exatamente o que é verdade. Os Mórmons não acreditam que quando Jesus morreu, Deus se retirou e agora se recusa a falar para nós, ou que Ele é desinteressado em nos ajudar a encontrar a verdade. Os Mórmons não acreditam que Deus não quer que oremos a Ele para descobrir o que é verdade.

Em 1830, um menino de quatorze anos de idade chamado Joseph Smith tinha muitas das mesmas questões com as quais as pessoas lutam hoje. Tendo em conta as contradições ensinadas por várias igrejas protestantes em sua área, ele se perguntou como ele poderia saber qual igreja ele se unirira. Durante a leitura da Bíblia, ele se deparou com Tiago 1:5:

Se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e não o lança em rosto, e lhe será dado.

Ele decidiu que isso era a solução óbvia ao seu problema. Deus era realmente a única fonte da verdade – qualquer pessoa pode estar errada. Ele foi até um bosque para orar e recebeu sua primeira visão – uma visita de Deus e Jesus Cristo. Jesus o instruiu que não se filiasse a nenhuma das igrejas existentes na época. A falta de profecia fez com que muitos erros se infiltrasse na doutrina.

Quando ele se tornou adulto, Deus enviou um anjo chamado Moroni para treiná-lo em seu futuro papel como o primeiro profeta dos tempos modernos. Nos tempos bíblicos, Deus muitas vezes tirava os profetas da terra, mas Ele sempre os devolvia em tempo, e Ele  fez isso mais uma vez.

Hoje, o nosso mundo complexo tem muitos desafios para aqueles que querem obedecer a palavra de Deus. Doutrinas essenciais sobre a família, o caminho da salvação, do batismo e outra doutrina estão sendo debatidas com fervor e às vezes até mesmo descrita como sem importância ou sujeita a modismos modernos. Desde que Joseph Smith assumiu seu lugar como o primeiro profeta da restauração, continuamos a ter  um profeta na cabeça da Igreja. O Profeta de hoje é Thomas S. Monson.

Deus nos fala hoje em dia? Ele fala. Através de seus profetas e apóstolos, Ele nos ajuda a compreender as opções disponíveis para nós e as consequências de cada escolha. Quando surgem novas situações, Deus pode nos ajudar a saber como abordá-las. Em vez de ter que orar individualmente sobre cada possível doutrina -consumindo tempo e complicado processo, que envolve essencialmente a criação de sua própria religião, você é capaz de orar para saber se o presidente Monson é realmente um profeta. Deus vai lhe dizer – Ele prometeu fazê-lo. Tendo, pois, a garantia da parte de Deus, você sabe que pode confiar nele. No entanto, se a qualquer momento ele disser sobre algo que você não está muito certo, você pode novamente se sentir livre para orar e saber por si mesmo.

Os Mórmons acreditam na revelação pessoal. Eles acreditam que Deus fala para a Igreja inteira por meio dos profetas, mas eles também acreditam que Deus fala a nós, individualmente, se pedirmos a Ele para fazê-lo. Não podemos ouvir palavras reais, mas nosso coração irá nos assegurar que a resposta realmente é de Deus. Embora existam alguns que advertem as pessoas para não orar sobre a verdade, a Bíblia nos diz que devemos orar e que Deus irá responder – Os Mórmons acreditam na promessa de Tiago 1:5. Satanás não pode encher nossos corações de paz e alegria, por isso é muito fácil dizer quem está respondendo suas orações.

Você quer saber mais sobre Thomas S. Monson? Tente esses sites para aprender sobre ele:

Thomasmonson.com: Um site não oficial feito por membros comuns da Igreja

Copyright © 2018 Thomas S. Monson. Todos os direitos reservados.
Esta página web não pertence nem é afiliada a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (algumas vezes também chamada de Igreja Mórmon ou Igreja SUD). Os pontos de vista expressos pelos usuários são de responsabilidade dos mesmos e não representam necessariamente a posição da Igreja. Para acessar os sites oficiais da Igreja visite: LDS.org ou Mormon.org.

Pin It on Pinterest

Share This

Share This

Share this post with your friends!